A unidade na diversidade: Batistas Gerais e Particulares

Apesar da divergência entre Batistas Gerais e Batistas Particulares no século 17 quanto a Soteriologia, os grupos não se consideravam inimigos. Em muitos aspectos, eram vistos como  grupo único . Em alguns assuntos, encontramos declarações de fé aceitáveis tanto à Gerais quanto à Particulares. Isso fica evidente na defesa da Magistratura Civil feita por Thomas Grantham. Ele reconheceu a diferença Soteriológica e Escatológica, mas defendeu a Magistratura Civil e Eclesiologia como doutrinas unânimes.Leia mais »

O problema da Lei na CFB 1689 Cap 6.1

Vejamos como as traduções tratam o capítulo Sobre a Queda do Homem:

Versão Editora Fiel, 1991:

“Deus criou o homem justo e perfeito, e lhe deu uma lei justa, que lhe seria para a vida, se a guardasse, ou para a morte, se a desobedecesse. Mesmo assim, o homem não manteve por muito tempo a sua honra.”.

Versão Editora EC

“Deus criou homem justo e perfeito, e lhe deu uma lei justa, que seria para a vida se ele a tivesse guardado, ou para a morte, se a desobedecesse. Porém o homem não manteve por muito tempo a sua honra”.

Vejamos agora uma outra versão:

“Embora Deus tenha criado o Homem justo e perfeito e o dado uma lei justa que teria sido para vida, se ele a tivesse guardado, e, uma ameaça de morte por violação da lei, ainda assim, ele não permaneceu por muito tempo nesta honra.” –tradução minha

1CapturarLeia mais »

Benjamin Keach e as Administrações do Pacto de Obras

A circuncisão tem valor se você obedece a lei; mas, se você desobedece a lei, a sua circuncisão já se tornou incircuncisão. Vê como o apóstolo trata da circuncisão? Verso Romanos 2.23: Você, que se orgulha na lei, desonra a Deus, desobedecendo à lei?. Ele, como está claro, mostra que a circuncisão pertence à lei, ao Antigo Pacto ou Pacto de Obras ; Porque a circuncisão tem valor se praticares a lei. – The Ax Laid – Sermon II (1693)(tradução minha; destaque meu)

Leia mais »

Benjamin Keach e a Lei Positiva

Capturar1

Para Keach, a Lei Positiva adornava a Lei Moral Natural Eterna. O texto acima é extraído na defesa feita ao Sabbath Cristão, o primeiro dia da semana, o Dia do Senhor. Aqui, Keach afirma a moralidade e eternidade do quarto mandamento. O dia/tempo específico do descanso (Sabbath) só é reconhecido através de um preceito positivo. Na positividade da Antiga Aliança temos revelado o dia sétimo, na positividade da Nova Aliança Deus ordenou o dia oitavo.

Igreja vs Estado no pensamento de Roger Williams – Parte III

temp

Enfim, voltamos 🙂

Se você não leu os posts anteriores aqui estão os links: Parte I e Parte II

O Separatismo

Todos concordavam que o verdadeiro cristão não deveria desertar da igreja de Cristo. Ambos, protestantes e romanistas aceitavam esse ponto. A questão, entretanto, era se um cristão poderia e deveria se afastar de uma comunidade que falsamente se denominava igreja. O trono do Anticristo estava em Roma, logo, a Igreja Católica Romana era igreja anticristã. Assim, entre 1553 a 1558, sob o governo de Maria Tudor, a igreja da Inglaterra que se assumiu Igreja de Roma, por consequência lógica, se tornou anticristã.  Este era um dos pensamentos distintos dos puritanos separatistas.Leia mais »